sexta-feira, 5 de março de 2010

Sobre a distância e os sentidos


About distance and senses

Eu meditava muito sobre tempo e espaço e não foi por acaso que estes foram alguns dos primeiros temas abordados neste blog.

I used to meditate a lot about time and space, and it was not accidentally that these were some of the first subjects targeted on this blog.

Meditei até perceber que a distância não existe e o Universo é um sistema único, do qual fazemos parte e ao qual estamos parcialmente conectados. Parcialmente, enquanto humanos, em uma forma física distinta.

I meditated until I realized that distance itself doesn’t exist and the Universe is a single system, whose we’re a part of and we’re partially connected to. Partially, as human beings, in a particular physical aspect.

A forma que está conectada a tudo, que não se prende a um forma só, é a que tudo abrange, é o que alguns chamam de Deus.

The form connected to everything, unbound to a single form, that spreads on everything, is what some call God.

Conclui que por mais que o Universo seja infinito e o tempo eterno, a distância entre dois pontos, sejam eles temporais ou espaciais, serão sempre finitos...

I concluded that even that Time and Universe are endless, the distance between two points, no matter temporal or spatial ones, will always be finite…

...


It's been a long time I haven't posted in English here, I'm sorry.


--


Nebulosa Cabeça de Cavalo / Horsehead Nebula

5 comentários:

Norma Villares disse...

Olá homem de nome difícil...
Eu falo romeno muito bem, inclusive falo todas as línguas que existem no mundo.
Meu professor pode lhe ajudar, basta clicar nesse site: http://translate.google.com.br/#

Deu risadas, hahahahaah.
Grande abraço

Karlla Vierbrunen disse...

A distancia e somente um talvez. Richard Bach dizia que ' o longe e um lugar que nao existe ' e eu concordo com ele. Ja tive amores distantes e por mais que se diga o contrario, acredito q ele se alimentou tambem da ausencia. Em todo caso, agora me dedico somente aos de perto.
Moco, como posso te chamar? Nao sei teu nome. E ademais, as saudacoes serao sempre tricolores, do verdadeiro tricolor, como dizia o Nelson Rodrigues:
''O unico tricolor e o fluminense. O resto sao times de tres cores.''
:)
Beijos

Karlla Vierbrunen disse...

p.s: meu teclado nao ajuda, logo, nao consigo 'acentuar'. Perdoe! :)

Norma Villares disse...

Esse tema: Sobre a distância e os sentidos. É de instigação humana, zoando na inteligência e na alma.
Aqueles que tem inteligência espiritual cata as migalhas e forma o bolo.
Pare um pouco e coma um pedaço de bolo de chocolate com cerejas.
Que Achas?
E os sentidos?
E os cheiros?
E a distância?

Grande abraço

Kamilla Barcelos disse...

Esse tipo de tema é infinito, pq a cada vez que refletimos sobre ele, temos uma ideia diferente.